Facilidades
Página Inicial
Bookmark
Indique este site
Fale conosco
Regras dos Jogos
Lista Novidades

Apresentação
Baralho
Batalha Naval
Bilhar
Damas
Dominó
Gamão
Jogo da Velha
Ludo
Resta Um
Trilha
Xadrez

Busca de registros

Links Úteis
Dicas de Cozinha
Cozinha Feliz
Casa dos Anjos
Crendices
Dicas de Jardinagem
Regras dos Jogos
Mandato
Resumos
Passado
Roda do Tempo
Prece On Line
Regras de Baralho
Receitas de Doces
Dicas de Bonsai
Receitas de Camarão
Dicas de Bruxas
Casa dos Poemas
Receitas de Carnes
Receitas de Peixes
Receitas Frutos do Mar
Dicas de Bebidas
Dicas de Vinhos
Dicas de Artesanato
Receitas de Cozinha
Comida Gostosa
Receitas de Saúde
Receitas de Beleza
Dicas de Condomínio
Gostei do Site
Fontes de Letras
Baralho

Baralho
Regras de Pontinho

O Pontinho é um jogo da família do "Pif-Paf". Todos os participantes recebem nove cartas, distribuídas de três em três, e os jogos são os mesmos do Pif (trincas, seqüências).

O objetivo é terminar sem cartas na mão, abaixando-se à mesa as trincas ou seqüências de três ou mais cartas, de uma só vez ou parceladamente. Pode-se colocar cartas nos jogos dos demais participantes.

Os jogadores que atingirem 100 pontos estouram e, quando todos estourarem (menos o que bateu), a partida estará terminada.O jogador que estourar poderá pagar para continuar no jogo, com os pontos iguais aos do pior colocado, isto é, com a maior pontuação da mesa.

A contagem de pontos é a seguinte:

o jogador que bater não perde pontos;

os demais perdem a soma das cartas de sua mão, ou seja:

Curinga - 20 pontos

Ases - 15 pontos cada

Figuras (Reis, Damas, Valetes) - 10 pontos cada

10, 9, 8, 7, 6, 5, 5, 4, 3, 2 - o valor da carta

O jogo

Joga-se com dois baralhos (104 cartas). Escolhem-se os lugares da seguinte forma: quem tirar a carta mais alta escolherá o lugar. A segunda carta mais alta ficará à esquerda do primeiro e assim sucessivamente. Após o embaralhamento e o corte do jogador à direita do distribuidor, este dará as cartas de três em três, no sentido horário, dando nove cartas para cada parceiro. O jogador que cortou o baralho abre uma carta à mesa para determinar o curinga.

Por exemplo: a carta virada por quem cortou o baralho foi o 7 de Copas. A regra estabelece, então, que os 8 de Copas serão os curingas dessa mão.

Os curingas só poderão ser descidos à mesa nas seqüências e entre duas ou mais cartas ("racha" ou "bituca". Ex: Ás-Dama; 7-9). Para bater pode-se usá-lo também na trinca ou na ponta de uma seqüência.

Se um curinga for descido num jogo, por exemplo, 6-curinga-8 de Espadas, o jogador que tiver o 7 de Espadas poderá, na sua vez, substituí-lo, desde que tenha uma outra "racha" para descê-lo. Poderá tirá-lo também para bater.

Quando alguém bater, os demais perderão o número de pontos que tiverem em suas mãos. Assim, é conveniente ir descendo os jogos e as cartas que puderem ser colocadas nos demais jogos da mesa.

As trincas são sempre obrigatoriamente de três cartas de naipes diferentes. Quem tiver as outras cartas do mesmo naipe, as que dobrarem, poderá colocá-las sobre os primeiros. A carta do quarto naipe não poderá ser aproveitada nesse jogo e é chamada de "estrangeira".

Quem estiver com pontuação elevada, prestes a estourar, não deverá descer voluntariamente suas combinações de cartas, pois isto não o ajudará e poderá facilitar o bate dos adversários. As cartas que servirem nas seqüências da mesa deverão ser sempre colocadas, antes que outro jogador possa "tapá-las". Quando o jogador perceber que está em condições de descer tantas cartas que, somando os pontos restantes da mão à sua contagem total do marcador, está fora do estouro, deverá fazê-lo.

Só é permitido comprar fora da vez para bater. Quem tiver apenas uma carta na mão, não poderá comprar do bagaço. O descarte é livre. Se alguém descartar o curinga, o jogador seguinte só poderá comprá-lo se puder utilizá-lo como carta normal.

Sistema de apostas

Cada jogador deverá pôr uma certa quantidade de fichas (a combinar) num pote. Cada vez que alguém estourar, deverá pôr outra quantidade de fichas nesse mesmo pote. Cada vez que um mesmo jogador estourar, sua contribuição deverá ir dobrando.

O jogo termina quando alguém bate e todos os demais estouram simultaneamente. Se dois jogadores baterem com a mesma carta e os demais estourarem, o jogo continuará, podendo todos os interessados contribuir novamente e continuar no jogo. Cada vez que alguém bater, se o pontinho não terminar, os demais deverão pagar-lhe uma ficha, em geral correspondente a 10% do valor de sua contribuição inicial ao pote. Esta ficha é chamada "pingo" ou "lágrima". O jogador que vencer o pontinho recolherá todas as fichas do pote.

TARADINHO

É uma variante do Pontinho, jogada também com dois baralhos. As regras são as mesmas, com as seguintes diferenças:

qualquer jogador poderá comprar um descarte, mesmo que não seja sua vez de jogar;

quando se compra uma carta fora da vez, é obrigatório descer o jogo feito à mesa;

quem comprar fora de vez não poderá descartar, a menos que seja para bater;

quando um descarte servir para dois ou mais jogadores, o direito de compra é do que estiver mais próximo à esquerda do jogador que a descartou;

quando um descarte servir para dois ou mais jogadores, terá prioridade aquele que precisar dela para bater.

Copag


Baralho : Mais Registros
 
-Regras de Poquer
-Caxeta
-Regras de Presidente
-Regras de Buraco
-Regras de Truco
-Escopa
-Oito Maluco
-Besigue
-Sueca
-Cento e um
-Mico
-Rouba Monte
-Sete e meio
-Copas
-Onze fechado
-Pif Paf
-Regras de Tranca
-Regras de Mau Mau
-Regras de Pontinho
-Regras de Vinte e um

Página 1 de 2Próxima >>


Regras dos Jogos - Todos os direitos reservados - 2007 - Internautas conectados no momento: 2